alt  

 

       

     alt   alt

 

  alt   alt   alt  

 

 

 

 

     CAMPANHA INTERNACIONAL

alt

         Veja a campanha AQUI

 


Os JOVENS também são PRESENTE


Em 2018, o Papa Francisco convoca a Igreja para um Sínodo dos Jovens, a fim de ouvir as suas aspirações e expetativas, procurando caminhos concretos que respondam aos seus anseios e inquietudes.

Este desafio pertence-nos a todos, pois vivemos o “mito” de pensar que “os jovens são o futuro” e esquecemos que os JOVENS também são PRESENTE.

Para colocarmos a esperança nos jovens, temos de procurar garantir o seu presente! Todos sabemos que a conjuntura económica e social atual não permite que todos tenham acesso aos mesmos desafios em igualdade de oportunidades.

Neste seguimento, a Cáritas de Coimbra pretende, através da verba angariada no Peditório Público de 2018, que se irá realizar nos dias 1, 2, 3 e 4 de março, atribuir até 50 bolsas a estudantes universitários, com manifesta carência económica, para suprir as suas necessidades mais prementes e lhes permita criar condições para continuarem o seu projeto de vida. Essa atribuição será feita em articulação com as entidades que intervêm nesta área, com a sinalização e acompanhando de cada um dos casos.

O QUE SE RECEBE TEM UM DESTINO

No ano 2017, o peditório realizado pela Cáritas de Coimbra, na Diocese, totalizou 19.306,10€. Esse valor, juntamente com outros, permitiu à Cáritas de Coimbra, através do seu Centro de Apoio Social, apoiar 4526 pessoas com a atribuição de 50.054,96€, aplicado nas áreas da saúde, habitação, transportes, educação e alimentação, aos quais acrescem ainda diferentes tipologias de apoios em bens como vestuário, calçado, material escolar, entre outros.

Queremos continuar esta justa ação de acompanhamento e apoio àquelas famílias ou pessoas que continuam a precisar de diferentes ajudas, mas desejamos alargar o nosso compromisso aos jovens em situações mais carenciadas.

Que, pelo menos alguns, não deixem de buscar o seu e nosso futuro por razões de manifesta carência económica.

A causa que nos move, este ano, apela à generosidade e participação de toda a sociedade. Juntemos esforços para que a ação liderada pela Cáritas possa ser consequente junto daqueles que mais precisam: quer seja através de um donativo, por pequeno que seja, pois uma moeda pode fazer toda a diferença, quer através de tempo para ajudar na ação do peditório público, como voluntário, nos locais onde pretendemos estar.

A Cáritas de Coimbra acredita na generosidade e no espírito solidário das nossas comunidades e compromete-se a dar destino real a todo o valor recebido, a fim de contribuir para um mundo com uma maior IGUALDADE DE OPORTUNIDADES.

De 1 a 4 de março, participe com a Cáritas de Coimbra no Peditório.


O que se recebe tem um destino 1

O que se recebe tem um destino 2