Comissão Nacional Justiça e Paz

  • Aumentar o tamanho da fonte
  • Tamanho padrão da fonte
  • Diminuir tamanho da fonte
Notas e comunicados

REFUGIADOS, MIGRANTES E FRATERNIDADE UNIVERSAL Comunicado das Comissões Justiça e Paz

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

Aquarius

 

  

 

 

 

 

 

 

 


 

No início da semana de acção conjunta mundial “Partilhar a Viagem”, entre nós promovida pela Conferência Episcopal Portuguesa e pela Cáritas Portuguesa, e em vésperas da celebração do Dia Mundial do Refugiado, a Comissão Nacional Justiça e Paz, a Comissão Justiça, Paz e Ecologia dos Institutos Religiosos e as Comissões Diocesanas Justiça e Paz de Bragança-Miranda, de Coimbra, de Leiria-Fátima, de Portalegre e Castelo Branco, de Santarém, de Vila Real e de Setúbal, reunidas em Fátima, bem como a Comissão Diocesana de Aveiro, emitem o seguinte comunicado:

Continuar...
 

Nota da Comissão Nacional Justiça e Paz sobre a relevância da “honestidade”

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

Honestidade

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PARA MUDAR O FINAL Nota da Comissão Nacional Justiça e Paz sobre a relevância da "honestidade"

 

DESINVESTIMENTO EM COMBUSTÍVEIS FÓSSEIS Nota da CNJP

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

ambiente

A Comissão Nacional Justiça e Paz (CNJP) associou-se hoje ao Movimento Católico Global pelo Clima (Global Catholic Climate Movement) na sua campanha de “desinvestimento” em empresas ligadas à exploração de combustíveis fósseis, tornando pública a Nota DESINVESTIMENTO EM COMBUSTÍVEIS FÓSSEIS.

 

 

O sentido da vida e o caminho dos povos

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

dia-da-mulher-homenagemNota da Comissão Nacional Justiça e Paz no Dia Internacional da Mulher – 8 de março de 2018

A CNJP publica hoje a nota O sentido da vida e o caminho dos povos, por ocasião do dia Internacional da Mulher.

 

51º Dia Mundial da Paz 2018 - Migrantes e refugiados: homens e mulheres em busca de paz

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

A Comissão Nacional Justiça e Paz quer chamar a atenção para a mensagem do Papa para o Dia Mundial da Paz de 2018.

Quando cada vez mais, em diversos países, se reforçam correntes hostis a migrantes e refugiados, o Papa Francisco, na sua mensagem para o Dia Mundial da Paz deste ano, associa as migrações à construção da paz. Afirma, referindo-se a estas: «Alguns consideram-nas uma ameaça. Eu, pelo contrário, convido-vos a olhá-las com um olhar repleto de confiança, como oportunidade para construir um futuro de paz».

A paz é o que buscam muitos dos migrantes e refugiados: os que fogem da guerra, mas também os que fogem da fome ou da opressão. Para a encontrar, diz a mensagem, «muitos deles estão prontos a arriscar a vida numa viagem que se revela, em grande parte dos casos, longa e perigosa, a sujeitar-se a fadigas e sofrimentos, a enfrentar arames farpados e muros erguidos para os manter longe da meta».

Continuar...
 


Pág. 1 de 5