Comissão Nacional Justiça e Paz

  • Aumentar o tamanho da fonte
  • Tamanho padrão da fonte
  • Diminuir tamanho da fonte
Notícias

«Porquê»: Graça Franco na Renascença

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

Artigo de Graça Franco na Rádio Renascença: «Porquê?».

 

Opinião: «Nacionalismo de exclusão»

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

Foi publicado no jornal "Público" o artigo «Nacionalismo de exclusão», do presidente da CNJP, Pedro Vaz Patto, sobre a iniciativa da rede Justiça e Paz Europa contra o racismo e a xenofobia na Europa.

 

Fórum Educação para o Desenvolvimento

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

Foi recentemente publicado o documento de memória do I Fórum de Educação para o Desenvolvimento, realizado a 28 de outubro de 2014 sobre o tema «A importância do exercício da cidadania global».

[Memória do I Fórum de Educação para o Desenvolvimento]

 

Opinião: «Os que revivem hoje a Paixão de Jesus»

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

O jornal Voz da Verdade publicou no passado dia XX o artigo do presidente da Comissão Nacional Justiça e Paz (CNJP), Pedro Vaz Patto, «Os que revivem hoje a Paixão de Jesus» sobre a perseguição a que estão sujeitos tantos cristãos:

Neste tempo litúrgico da Quaresma e da Páscoa, muitas circunstâncias chamam a nossa atenção para a situação de cristãos perseguidos, particularmente os da Síria e Iraque, mas também de outros países, como o Paquistão ou a Nigéria. Talvez sejam eles quem hoje mais intensamente revive a paixão de Jesus. São talvez eles os que hoje mais se identificam com o sofrimento de Jesus crucificado e abandonado.

 

Escutar a Cidade: «Pobreza, emprego e crise financeira»

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

escutar a cidade 16 AbrilA iniciatica Escutar a Cidade terá, no próximo dia 16, novo encontro às 19h00 no Fórum Lisboa (Av. Roma, 14 L): 

Pobreza, emprego e crise financeira são, talvez, as questões mais cruciais que a sociedade portuguesa enfrenta. Os pobres são também os preferidos do Senhor. E é sobre eles e sobre a falta de empregos resultantes da atual crise financeira que a próxima sessão do “Escutar a Cidade” se debruça. (...) Perante a dimensão e a intensidade dos problemas que conhecemos somos tentados a desesperar, a sentirmo-nos impotentes, a desvalorizar a importância do que pode ser a nossa atenção, a nossa voz e a nossa intervenção. Por isso mesmo, mais relevante se torna escutar os desafios daqueles que esperam, sobre estes problemas, respostas das comunidades cristãs da diocese. Este é o sentido do convite que lhe fazemos para participar nesta sessão e para a divulgar junto dos seus amigos e conhecidos. Acreditamos que o percurso sinodal já realizado nos ensina como a disponibilidade da escuta leva à mudança. Esperamos por todos no dia 16 de abril a partir das 19h00 no Fórum Lisboa (Av. Roma, 14 L). A entrada é livre.