Fundação Dionísio Pinheiro promove Roteiro Ruanesco

Panteão dos Lemos, na igreja de Trofa do Vouga

Com o objetivo de promover o património artístico escultórico da autoria ou atribuído a famoso escultor francês João de Ruão existente no concelho de Águeda, a Fundação Dionísio Pinheiro vai realizar, no próximo domingo, a partir das 10 horas, o “Roteiro Ruanesco – Percurso pelas obras de João de Ruão no Concelho de Águeda”.
A partida será no Museu da Fundação Dionísio Pinheiro, no centro de Águeda, seguindo depois para o Panteão dos Lemos / Igreja Matriz da Trofa do Vouga, que desde 1910 está classificado como monumento nacional. O panteão foi mandado construir por Duarte de Lemos, no ano de 1534. O projeto é da autoria do arquiteto régio Diogo de Castilho, sendo a modelação plástica de João de Ruão, enquanto a estátua orante é do escultor francês Philippe Hodart.
Ainda na Trofa do Vouga será visitada a Capela de Nossa Senhora de Lourdes, onde se encontra o altar original do Panteão dos Lemos, o qual é atualmente o altar-mor dessa capela.
A etapa seguinte é Segadães, para visitar a Igreja Matriz e a Capela de Nossa Senhora das Febres, templos que guardam imagens atribuídas a João de Ruão.
A igreja de Assequins é a paragem seguinte, local onde também existem obras da autoria daquele escultor que, a partir de Coimbra, influenciou a estatuária nacional.
A última etapa é a Igreja de Santa Eulália, em Águeda, templo que possui um vasto acervo de peças atribuídas a João d Ruão, nomeadamente dois retábulos na Capela do Sacramento, o grupo escultórico da Deposição de Cristo e do Calvário, entre outras imagens.
A visita guiada e gratuita está aberta a todos os que queiram participar e será efetuada em autocarro, sendo o número de lugares limitado a 50 pessoas. No entanto, a viagem poderá ser seguida por outros participantes em veículos particulares.
No final, será inaugurada a exposição de fotografias sobre o Roteiro Ruanesco e as paisagens envolventes, com fotografias de Luís Arruda.