BAIRRO DAS PEDREIRAS EM BEJA É APOIADO PELO ACM E PELA FUNDAÇÃO GULBENKIAN

BAIRRO DAS PEDREIRAS EM BEJA É APOIADO PELO ACM E PELA FUNDAÇÃO GULBENKIAN

Fonte: Rádio Pax de 26 de junho, notícia veiculada por Anselmo Prudêncio do Núcleo Distrital de Beja da EAPN (Rede Europeia Anti-Pobreza) Portugal

A comunidade cigana do Bairro das Pedreiras, em Beja, vai receber apoio em géneros alimentares e máscaras. A ação surge “no âmbito do Fundo de Emergência Covid-19 criado pela Fundação Gulbenkian cujo objetivo é mitigar os impactos da pandemia em diversas áreas, como saúde, ciência, educação, cultura e sociedade civil.

Aquele apoio resultou “das sinalizações identificadas pelo ACM- Alto Comissariado para as Migrações” esclarece a Associação dos Mediadores Ciganos de Portugal (AMEC).

A Associação solicitou o apoio ao Núcleo Distrital de Beja da EAPN Portugal/Rede Europeia Anti-Pobreza para a realização de uma candidatura de apoio financeiro para o Bairro das Pedreiras.

 

A AMEC, após o apoio financeiro, solicitou a parceria e o apoio do CLDS Desafia-te de Beja e do Núcleo de Beja da EAPN que distribuem, esta sexta-feira, mais de mil máscaras à população daquele bairro como forma de “contribuir para o combate à Covid-19 nesta fase de junho”, refere a AMEC.

 

Aquela entidade está, ainda, a distribuir cabazes de alimentos à população cigana que não está a ser apoiada pelo Programa Operacional de Apoio às Pessoas Mais Carenciadas (POAPMC).