Voz da Verdade (16 jun) - PASTORAL

Voz da Verdade  (16 jun) - PASTORAL

A Roménia dos rom e dos bispos mártires

Este artigo de opinião do P. Gonçalo Portocarrero de Almada (GPA), sobre a recente viagem do Papa Francisco à Roménia, refere que o Papa “procurou confortar as periferias perseguidas, nomeadamente, os ciganos, ou comunidade rom e os greco-católicos, que são a minoria nesse país maioritariamente ortodoxo”.

 

“Francisco teve palavras e gestos de muita consideração pela comunidade cigana, pedindo desculpa aos membros desta etnia pela incompreensão com que, por vezes foram discriminados por alguns católicos. A Igreja, contudo, desde sempre os estimou, como aliás respeita qualquer outro povo ou cultura. Uma prova desta proximidade institucional para com a comunidade rom, foi a beatificação, há já mais de vinte anos, em 1997, por São João Paulo II, de Zeferino Giménez Malla, aliás El Pele. Este cigano espanhol defendeu a religião cristã durante a Guerra Civil do seu país, tendo sido martirizado em 1936, por ódio à fé cristã, pelas forças republicanas do seu país. Na beatificação" ... o Papa “afirmou que Zeferino Giménez Malla 'mostra como Cristo está presente nos diversos povos e raças e que todos são chamados à santidade'”. E acrescentou que a «Igreja propõe-no como modelo a seguir e testemunha significativa da vocação universal à santidade, especialmente para os ciganos que, com ele, têm estreitos vínculos culturais e étnicos».