Sol (18 set)

Sol (18 set)

Visita Papal sem papas na língua

O Papa Francisco, que realizou uma visita oficial na Europa, apelou à integração da comunidade cigana na Eslováquia e à abertura aos imigrantes.

“Integração” e combater “preconceitos e juízos duros, estereótipos discriminadores, palavras e gestos discriminatórios”, foram estas as ideias-chave que resultaram da visita do Papa Francisco ao bairro de Luník XI, em Kosice, um dos maiores e mais pobres da comunidade cigana na Eslováquia.

 

O Papa visitou este bairro, “onde boa parte dos eslovenos nunca se imaginaria a entrar”,  “no quarto dia da sua viagem pela Hungria e Eslováquia, que tem deixado os seus governantes conservadores desconfortáveis”. O Papa pediu “que fossem dadas oportunidades às gerações mais novas desta comunidade e apelando à sua inserção na sociedade”.

 

“O caminho para a coexistência pacífica é a integração”, defendeu o Papa, depois de ouvir os testemunhos de membros da comunidade. ‘Os grandes sonhos [das crianças] não podem ser esmagados contra as nossas barreiras. Querem crescer juntamente com os outros, sem obstáculos nem exclusões”, afirmou.