Ecclesia (17 e 21 nov)

Ecclesia (17 e 21 nov)

Vaticano: «Seleção» do Papa enfrenta Organização Mundial dos Ciganos para dar «pontapé na exclusão»

Jogo de futebol, este domingo, é o primeiro com transmissão em direto nos canais da Santa Sé

A equipa ‘Fratelli Tutti’ (todos irmãos, título da encíclica de 2020 do Papa Francisco, sobre a fraternidade), em representação do Papa, disputa hoje um jogo de futebol solidário com uma representação da Organização Mundial dos Ciganos (World Rom Organization), em Roma, em Formello, casa da Lázio, para dar um “pontapé na exclusão”.

Na véspera, Francisco recebeu as duas delegações, elogiando “um estilo de paixão desportiva vivida com solidariedade e gratuidade, com um espírito amador e inclusivo”. O jogo, cujo objetivo é angariar fundos para apoiar o projeto «Futebol ao invés de exclusão», é promovido pela Diocese de Roma, para incentivar a inclusão dos Rom (etnia cigana) e das pessoas mais vulneráveis e é transmitido na rádio e no Youtube.

A equipa ‘Fratelli tutti’ é composta por guardas suíços, funcionários do Vaticano, filhos de funcionários e sacerdotes. Estarão ainda em campo um jovem jogador com síndrome de Down e três migrantes, acolhidos pela comunidade católica de Santo Egídio.

 

“O caminho para a convivência pacífica é a integração”, destacou Francisco que apresentou o desporto como “um lugar de encontro e igualdade” que pode “construir comunidade através de pontes de amizade”. “Não importa quem marca mais golos, porque o golo decisivo já o fazem juntos, o golo que faz vencer a esperança e que dá um pontapé na exclusão”, concluiu.

 

A iniciativa esteve em destaque, este sábado, durante o jogo do campeonato italiano entre a Lázio e a Juventus; bolas autografadas por ambas as equipas foram entregues à Diocese de Roma para serem leiloadas.