Ciganos são a população mais pobre da Europa�

Público (17 Jan) Ciganos são a população mais pobre da Europa Segundo um relatório do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), os ciganos são a população mais pobre da Europa Central e Oriental. O documento intitulado “Evitar a armadilha da dependência”, diz que um em cada dois ciganos passa fome “pelo menos durante alguns dias por ano”, e que um em cada seis está “constantemente esfomeado”. Este documento é o resultado do primeiro estudo exaustivo transfonteiriço sobre a minoria cigana e analisa três países que vão aderir no próximo ano à União Europeia: República Checa, Hungria e Eslováquia; e dois que pretendem aderir no futuro: Bulgária e Roménia. Os indicadores usados neste estudo vão da alfabetização à mortalidade infantil e as conclusões afirmam que este grupo de países “só se tornarão membros bem sucedidos da União Europeia (UE) se os ciganos forem plenamente integrados” no emprego, na educação e na participação política. �